março 21, 2014

Talvez, apenas talvez



Eu sempre fui realista, nunca acreditei em amor a primeira vista, histórias românticas de verão. Tive e ainda tenho provas que o amor não dá certo na maioria das vezes. Nunca gostei dessa baboseira, isso mesmo baboseira. Tudo meloso e um saco. Mas de tempos pra cá, talvez mas apenas talvez, eu venho me sentindo diferente.

Sabe, eu não sou assim. Na verdade, não costumava ser. De repente parece que tudo mudou dentro de mim. E você, talvez, mas apenas talvez seja o causador disso tudo.

Eu sempre disse a mim mesma que a solidão é bem melhor, que não ligar pra coisas como essas eram a única maneira de não se decepcionar. Eu sempre achei que o melhor era manter uma distância segura disso tudo. Isso machuca, decepciona e iludi.

As vezes, mas é só as vezes, eu me pego olhando pra você.

Eu sempre quis arranjar outros meios de continuar sozinha, e ficar sempre com uma cara séria. Mas pra falar a verdade, nesses dias eu não paro de sorrir. Eu jurei a mim mesma que estava contente, eu jurei que não era nada, mas foi assim do dia pra noite. De repente, *puft*. Ninguém nunca valeu o risco, mas talvez minhas dúvidas em relação a você.

Foi assim de repente, que eu fiquei sem palavras. Jogada em uma cama ouvindo músicas românticas. Respiração ofegante. Sorrisos sem motivo. Eu nunca pensei que poderia ser atropelada por isso. A cada dia parece que essa loucura aumenta.

Mas pra te falar a verdade, eu espero realmente que isso tudo seja apenas mais uma ideia louca da minha cabeça. Que eu esteja sonhando e vou acordar daqui a pouco. Que eu pare de me ver em milhares de músicas melosas. Que você pare de ser, tão...assim. Que eu pare de sorrir por tudo. Que eu pare com essa loucura de me pegar olhando pra você. Que você não perceba e eu deixe isso passar como nada de mais. Que eu pare de trocar olhares. Que pare de estar assim, me sentir assim, ficar assim.

Que tudo isso passe, porque eu sinceramente eu não estou me reconhecendo.

4 comentários / COMENTE TAMBÉM

  1. Também já fui assim, mas as coisas muda mesmo quando amamos alguém e somos amadas...
    Beijos
    Parabéns pelo blog e sucesso

    http://cibelefloriano.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir