abril 25, 2015

Os seus detalhes

Suspeitei de mim mesma quando percebi que via você mais que qualquer outro amigo(a). Também achei estranho ser você meu pensamento antes de dormir. Aparecia entre um sonho e outro, e eu acordava. Chegava sua mensagem no celular e eu me esforçava pra esconder o sorriso bobo e ria sozinha do seu jeito meio doido. E gostava daquelas batidas a mais no coração a cada vez que eu te via, ou do som da sua voz.

No dia que eu me peguei olhando cada detalhezinho do seu rosto eu soube: Meu coração tinha escolhido você, sem nem me avisar. E eu tentei não olhar a barba que cresce pelo seu rosto. O maxilar bem definido. Os olhos escuros que eu só conhecia os seus. Os fios dourados do cabelo desarrumado de propósito. Os dentes separados. Mas já foi. Eu já sabia de cor cada partezinha. Cada trejeito. Cada sorriso memorizado.

Teus sinais davam nós em todas minhas certeza. Só me fez o favor de deixar a certeza que meu amor só podia ser seu. Já tinha me acostumado tanto a pensar em você, que quando não, parecia ser invadida pela falta. Tava faltando você. E eu, não te encontrava em mais ninguém.

Cada tarde de sol você era o único que me fazia sair de casa, e eu odeio dias quentes. Em cada abraço o mundo parecia girar mais devagar e vinha uma nova vontade de te ver, de te ter.

Parecia planejado, seu jeito de deixar o cheiro pela sala, nas almofadas, na minha roupa, só pra me tirar a paz.

E eu, que nunca acreditei no romantismo, nunca imaginei que viveria essas histórias de amor escritas no papel. Tão lindo. Tão mágico. A intensidade e a felicidade estampada nos olhos de quem ama. Se sentir amada e se deixar aprender a voar. Dar a si mesmo o direito de viver plenamente todos os sonhos. E amo. Você, e todos os seus infinitos detalhes. Você, e todo o jeito que você mudou a minha vida.

Eu posso dar a volta ao mundo, mas sempre voltarei pra você. Vou escrever vários textos e poemas e todos vão falar alguma coisa sobre você. O dia pode ter sido ruim e a chuva pode estar próxima, mas eu sempre vou querer ver de perto esses seus olhos cor de infinito.

Porque entre todas as coisas que já vi e vivi, você é a que mais acalentou meu coração.


Nenhum comentário

Postar um comentário