maio 25, 2015

Ele


Ele e seu jeito animado, carinhoso e positivo. Se talvez perguntassem por que o amo, ora, por que é impossível não amar, todos o amam. Ele tem mania de jogar essa alegria dele por todos os cantos, e o perfume também. Ah, como eu amo o cheiro dele que gruda em todas as partes.

Ele é assim. Tão simples, só preocupado com o que realmente importa. Ele tem uma leveza de viver, um jeito tão bonito de lidar com a vida, com os problemas, com as situações, com as pessoas. É admirável quando ele começa a me dizer suas filosofias da vida. Enquanto eu penso em milhares de possibilidades, ele diz uma que conclui tudo. De nós dois, ele sempre foi o mais simples. E ele tem uma baita paciência com as minhas complicações.

Ele não tem vergonha de chorar. E é tão sincero quando aqueles olhos cor de infinito se enchem d’água ali na minha frente. Ele me abraça, eu encosto a cabeça em seu peito e ouço seu coração. Ali é meu ponto de paz.

Ele tem um jeito de cativar, uma maneira de tentar tornar as pessoas melhores. Não importa quem seja. Eu o acho super engraçado. Ele é inteligente e talentoso, talvez seja sua perseverança que o torna tão bom em tudo que faz.

Ele percorre ruas com sua bicicleta, sempre atrasado para algum compromisso. E sempre ouço dizerem que ele ainda vai causar um acidente do jeito que corre.

Ele é tão bonito. Nas festas mais formais, ele sempre usa a mesma camisa social, a calça jeans azul desbotada e o tênis de sempre. No começo eu reclamava, confesso. Hoje eu percebo que não importa a roupa que ele usa, ele tá sempre lindo por fora e por dentro.

Temos nossas diferenças, mas ele me entende só pelo olhar, me deixa mais leve só com o som da voz e me cura com um abraço.

Abraço que eu espero o dia todo pra ter, porque que eu sei que quando te ver, tudo vai colorir.


Nenhum comentário

Postar um comentário